Loading...

Oficina Viola Campaniça

O que fazer na freguesia
Home / Cultura e Tradição / Oficina Viola Campaniça

Oficina da Viola Campaniça Mestre Daniel da Luz

As tradições são motivos de interesse para quem vive e para quem visita cada região, tornando cada comunidade única, com as suas histórias e vivências.

Um projeto de forte cariz comunitário, social e cultural, surge com o principal objetivo de preservar a viola campaniça, também designada por Viola Alentejana. Este instrumento musical era e ainda é, usado para acompanhar os célebres “cante a despique e ao baldão” nas festas, feiras e tabernas um pouco por toda a zona do Baixo Alentejo em especial nas zonas serranas. É a maior das violas portuguesas e possui cinco ordens de cordas, tocada de dedilhado apenas com o polegar, sendo que as cordas mais graves são geralmente tocadas soltas. 
Esta oficina é também um reconhecimento da freguesia ao Mestre Daniel da Luz, pela sua dedicação ao longo dos anos na preservação deste ofício, que esteve praticamente extinto e pelo empenho que emprega no ensino e passagem de conhecimento desta arte aos seus alunos. O Mestre Daniel da Luz residente em São Teotónio é ímpar na construção de instrumentos de corda em nogueira, pau-santo e outras madeiras, com destaque para a viola campaniça típica da região, mas também bandolins, guitarras portuguesas, guitarras clássicas entre outros.

Este é um espaço aberto para aprender a construir e a tocar viola campaniça, mas está igualmente aberto a todos aqueles que nos queiram visitar. A oficina encontra-se aberta aos sábados de manhã.